×
.

Notícias

Chamada de Trabalhos_ULEPICC Brasil 2016

Publicado em 27 de agosto de 2016

VI Encontro da ULEPICC Brasil

Data do evento: 9 a 11 de novembro de 2016

Local: UnB (Brasília – DF)

Submissão de trabalhos:  20 de agosto a 20 de setembro de 2016.

 

Os interessados deverão enviar resumo expandido, de em média 500 palavras, salvo em PDF, tendo como nome do arquivo o sobrenome do autor ou autores, para o e-mail ulepiccbrasilia@gmail.com.

O parecer sobre o aceite ou a recusa do trabalho será enviado para o email do autor/autores até cinco dias úteis após o final do prazo de submissão de artigos.

Importante: Só poderão apresentar trabalhos os autores que tiverem seus resumos aprovados e estiverem inscritos no evento. Depois da apresentação, os autores terão até uma semana para enviarem o trabalho completo para publicação.

 

Tema do Congresso

Mídia, poder e a (nova) agenda do capital.

Os recentes acontecimentos que levaram no Brasil, como na Venezuela, Equador, Honduras, Paraguai, à ruptura institucional tornaram explícitos os desafios e fragilidades da democracia liberal, em países com as características históricas e culturais dos latino-americanos. O  jogo de cena parlamentar e suas reverberações nas redes e mídias expõem e ao mesmo tempo encobrem disputas econômicas, maiores ou menores, das quais são as manifestações exteriores e sobre as quais retroagem, na dialética maior da luta de classes, que envolve a luta por classificações, significações, simpatias e repúdios. Pensar essa nova forma – midiática – de golpe, apoiada nas instituições da democracia liberal, Congresso e Justiça, torna-se um imperativo. Ademais, neste contexto, uma questão se coloca: como se reordenarão as pautas nos campos da comunicação e da cultura a partir de agora em nosso país.

 

Grupos Temáticos (GT)

GT1 – Políticas de comunicação

Coordenação nacional: Profª. Drª. Eula Cabral (FCRB – MinC)

Coordenação local: Prof. Dr. Murilo Ramos  (UnB)

Ementa: Objetiva estudar as ações de agentes públicos e privados relativas ao processo de regulamentação da mídia em suas diversas fases. Envolve a definição do conjunto de normas, princípios, deliberações e práticas locais relacionadas com a administração, organização e funcionamento do conjunto do sistema comunicacional. Analisa os processos e estratégias locais, regionais e internacionais dos conglomerados de comunicação e seu impacto e influência nos governos e na sociedade. Além disso, a concentração das comunicações e telecomunicações no Brasil.

 

GT2 – Comunicação pública, popular ou alternativa

Coordenação nacional: Prof. Dr. Fernando Oliveira Paulino (PPG-FAC-UnB)

Ementa: Contempla investigações sobre a comunicação desenvolvida no âmbito dos movimentos sociais, etnoculturais, dos sindicatos e organizações populares em geral, bem como aquela ligada ao serviço público. Aborda todo tipo de comunicação movida por objetivos sociais e de promoção da cidadania, atuantes em oposição à acentuada mercantilização da mídia.

 

GT3 – Indústrias midiáticas

Coordenação nacional: Prof. Dr. Marcos Dantas (UFRJ)

Coordenação Local: Profa. Dra. Ellis Regina Araújo da Silva  (UnB)

Ementa: Enfoca a rede institucional dos produtos comunicacionais que ligam a criação, produção, circulação, organização e comercialização de conteúdos de natureza cultural, informativa e de entretenimento. Engloba os processos industriais que envolvem televisão, cinema, rádio, internet, publicidade, produção editorial, indústria fonográfica, design, artes e espetáculos.

 

GT4 – Políticas culturais e economia política da cultura

Coordenação nacional: Profª. Dra. Verlane Aragão Santos (OBSCOM-UFS)

Coordenação local: Profa. Dra. Dácia Ibiapina  (UnB)

Ementa: Abriga pesquisas que retratam o papel econômico, político e sociológico que o campo da cultura e das artes assume na sociedade contemporânea. De um lado, engloba discussões sobre a atuação do Estado, da participação da sociedade e do mercado nesta relação, bem como os mecanismos de financeirização da cultura e das artes. De outro, debate a industrialização e mercantilização da cultura e sua implicação na dinâmica atual do capitalismo.

 

GT5 – Teorias e temas emergentes

Coordenação nacional: Profª. Dra. Patrícia Bandeira de Melo (FUNDAJ)

Coordenação local: Prof. Dr. Luiz Martino

Ementa: Acolhe os trabalhos de fundamentação a partir da matriz teórica da Economia Política da Comunicação e da Cultura, suas distintas vertentes e perspectivas metodológicas bem como os estudos comparativos e relacionais entre a Economia Política da Comunicação e outras correntes teóricas da comunicação e de outras disciplinas.

 

GT6 – Ética, política e epistemologia da informação

Coordenação nacional: Prof. Dr. Marco Schneider (PPGCI-IBICT/UFRJ e PPGMC-UFF)

Coordenação local: Profa. Dra. Liliane Machado (UnB)

Ementa: O objetivo geral do GT é fortalecer a presença da Ciência da Informação no âmbito da Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura, com ênfase no debate em torno das questões éticas, políticas e epistemológicas correlatas, bem como em suas interconexões teóricas e aplicadas.

 

GT7- Iniciação Científica em Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura

Coordenação: Profas. Dras. Elen Geraldes (PPG-FAC-UnB), Janara Sousa (PPG-FAC-UnB) e  Profa. Dra. Délcia Vidal  (UnB)

Ementa: O objetivo do GT é estimular a participação de pesquisadores da graduação, das mais diversas áreas, no Evento a partir da pesquisa na área de Economia Política da Comunicação, Informação e Cultura.

 

 

Mais informações: https://ulepiccbrasilia.com/callforpapers/